Abstenção superou 20%, mais alto índice desde 1998

O nível de abstenção nas eleições deste ano foi o mais alto desde 1998: não compareceram às urnas 29,9 milhões de eleitores (20,32%), segundo o Tribunal Superior Eleitoral. No pleito de 1998, o percentual foi de 21,5%; em 2014, de 19,4%.

A maior taxa de abstenção entre os estados foi registrada em Mato Grosso (24,55%) e a menor, em Roraima (13,86%).

Já os brancos somaram 3,1 milhões de votos (2,65%), menos que no pleito passado, quando o índice foi de 3,8%. O percentual de nulos, porém, cresceu: 6,14% (7,2 milhões de votos), enquanto em 2014 foi de 5,8%.

Títulos cancelados
Nas eleições deste ano, 3,3 milhões de pessoas tiveram o título cancelado por não comparecerem à revisão eleitoral para o cadastramento biométrico. A medida foi questionada no Supremo Tribunal Federal, que manteve a invalidade dos documentos.

Revista Consultor Jurídico, 8 de outubro de 2018, 9h54

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s